A inovação já passou a idade do armário?

Março 29, 2010

O fenómeno de empreendedorismo vem em ciclos. Os anos 80 foram o tempo das grandes invenções financeiras e de reestruturação. Nos anos 90, caímos em nós, transformando inovação em empresas e criando novas áreas de negócio, tais como os telemóveis e a internet, que mudaram a nossa sociedade. Na década seguinte foi novamente focada a atenção para a reestruturação financeira e inovação, e podemos, em consequência, ter acabado com menos empresas que as com as quais começámos.

Mas tudo isto está prestes a mudar. Permitam Pedro Nueno, Professor de empreendedorismo da IESE Business School, fazer a sua previsão:

“Há uma grande quantidade de inovação a acontecer nas empresas, o problema é que esta não está a ser transformada – de uma forma mais ou menos deliberada – em negócio. Há ainda uma data de ideias inovadoras formando-se nas cabeças dos executivos, cientistas, doutores e profissionais de todas as indústrias. Infelizmente, essas pessoas não estão suficientemente interessadas em dar o grande salto”

Realmente consta-se que muitos produtos inovadores a darem “o salto” originaram-se de processos muito anteriores: O telemóvel com as suas origens remontando os anos 20, o carro eléctrico os anos 60.

É, no entanto, no tempo presente que se começam a ver os grandes desenvolvimentos da inovação aplicada: no sector automóvel, na saúde, nas telecomunicações.

Podem-se observar os grandes grupos empresariais e os novos projectos de empreendedorismo a aumentar, captando a inovação aplicada e apostando em mercados de milhares de milhão de euros: Ásia e África.

 A previsão é a seguinte:

“Chegou o tempo de tirar a inovação do armário para o mercado, sendo que o mercado é todo o mundo”.

E para isso o painel de gestão tem de ser proactivo para liderar, e, para tal, tem que estar entusiasmado.

Mas atenção, porque há também mais uma previsão: A década de 2010 será muito positiva, mas já pensaram na crise de 2019? Enquanto tiramos proveito da época de crescimento, lembrem-se que a economia funciona em ciclos!…

 Fonte: IESE Alumni Magazine, “Entrepreneuring Towards 2020”, Pedro Nueno

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: