As organizações são cada vez mais complexas para gerir!

Entender, liderar e prever as opções dos Talentos é sem dúvida uma arte. Penso que é mais fácil entender o talento de cada um numa óptica de competências.

A Harvard de Maio de 2010 apresenta num artigo com o título “How to Keep Your Top Talent” uma série de 6 “enganos” de gestão para a apresentação deste tema.

No 1º engano a gestão assume que os trabalhadores de elevado potencial estão profundamente envolvidos com a organização. Em relação aos novos trabalhadores o artigo refere que:

  • 1 em cada 3 trabalhadores admite não colocar todos os seus esforços e potencialidades no actual trabalho que desenvolve.
  • 1 em cada 4 trabalhadores irão trabalhar noutro emprego no prazo de um ano.
  • 1 em cada 5 trabalhadores acredita que as suas aspirações pessoais são muito diferentes do que a organização planeou para ela.
  • 4 em cada 10 trabalhadores confia pouco nos seus colegas e ainda menos no seu superior hierárquico.

Assim sendo este grupo é aquele que mais facilmente fica desapontado quando as crises como estas que atravessamos ocorrem, mas igualmente convictos que são os primeiros a encontrar uma situação alternativa noutra empresa. E quando toca a reduzir regalias então são os primeiros a dizer “Não Obrigado! Eu facilmente vou encontrar uma empresa que apreciará o alto nível das contribuições que eu faço!”

Manuel Nascimento

Anúncios

Publicidade enganosa

Agosto 20, 2010

Na minha opinião a publicidade é uma forma de nós designers e publicitários exprimirmos o que nos vai na alma.Mas quando se trata de publicidade comercial temos de pôr um travãozinho nessa “nossa alma”. Temos de pôr as necessidades do cliente/consumidor muito à frente da nossa tão querida alma. Para isso, penso que devemos ser os mais verdadeiros possíveis connosco e claro, com as pessoas que vão consumir o produto.

As publicidades como todos sabem nem sempre é 100% verdadeira. Existem empresas e serviços que se aproveitam da ingenuidade e/ou necessidade do cliente para passar mensagens falsas.

Hoje em dia já é mais dificil encontrar essas “falsas” mensagens, pois não são tão específicas e “descaradas”, no entanto elas existem e coexistem no nosso mundo diário.

Desde 2008 que o consumidor está mais protegido contra a publicidade enganosa e vendas agressivas, mas é preciso que o consumidor saiba realmente do quê e como se defender.

A DECO tem uma série de perguntas frequentes que a meu ver são bastante pertinentes para a defesa do consumidor.

Assim ficam informados e já podem dizer com toda a segurança “Não, obrigado!”.

Enganar o consumidor não nos leva a lado nenhum como publicitários. Muito pelo contrário!

Só faz com que as pessoas fiquem com “repulsa” ao nosso trabalho, seja ele bom ou muito bom!

Para saber o que fazer e como clique aqui.

Inês Santos